Conselho para Casais Cristão: Saiba Ouvi!

Conselho para Casais Cristão: Saiba Ouvi!

Todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” Tiago 1:19.

Quando temos pouca disposição para ouvir nosso cônjuge transmitimos a impressão de que o que ele pensa e sente não são tão importantes para nós. E assim, quem não quer ouvir se aborrece e quem quer falar se sente desvalorizado e rejeitado. Se isso acontece com você, use um cronômetro mental e procure investir mais tempo para ouvir seu cônjuge de duas formas:

Por meio dos ouvidos (você ouve o que ele está dizendo) e pelo coração (o que ele está sentindo).

Desenvolva a habilidade de ouvir seu cônjuge com interesse. Pare o que está fazendo e preste atenção no que ele está dizendo, ainda que você esteja assistindo seu programa favorito na televisão, ou seu seriado predileto (risos). Demonstre atenção por meio dos olhos e da expressão facial e corporal. Ele vai se sentir amado, valorizado, compreendido, aceito e apoiado. Essa atitude, ouvir mais e falar menos, vale por mil “eu te amo!”. Se, de repente, não for possível ouvir o outro naquele momento, diga-lhe: “Eu sinto muito não poder dar a atenção que você merece agora, mas a gente pode conversar melhor tal hora.” A esposa que escuta o marido atinge um excelente nível de segurança e satisfação no relacionamento. Pois, a liberdade de falar com amor, proporcionará ao casal uma comunicação plena e saudável.

Segredos para um casamento feliz

O “felizes para sempre” pode se concretizar na vida real assim como nos contos de fadas. Não é algo que se conquista de uma hora para outra. Ele provém de inúmeras pequenas atitudes e decisões acertadas.

Não precisamos esperar até o fim para que a felicidade aconteça. Pelo contrário, devemos buscá-la diariamente. As atitudes sábias contribuem para a felicidade a dois, e uma boa dose de sensibilidade permite que a encontremos nas coisas mais simples.

Veja 15 segredos para você ser feliz e fazer o outro feliz:

1 – Não adie a felicidade

Algumas pessoas esperam que a felicidade conjugal chegue quando comprarem sua casa, ou quando tiverem seu primeiro carro, ou quando encontrarem um emprego melhor, ou quando conquistarem seu diploma universitário. Seja feliz agora, com o que você tem.

2 – Sinta gratidão e externe-a ao seu cônjuge

A gratidão está diretamente relacionada à felicidade. Reconheçam, nas mínimas coisas, motivos para ser grato. Externe a gratidão que você sente. Aquela palavrinha mágica que aprendemos na infância deve ser empregada abundantemente no casamento. Diga coisas como: “Obrigado pelo bem que você me faz!”, “Obrigado por ser tão gentil!”, “Obrigado pelo delicioso jantar!”. Procure motivos para agradecer ao seu cônjuge, e você encontrará.

3 – Confie e seja confiável

Um casamento atormentado pelo ciúme não perdura. Confie no seu cônjuge. Dê-lhe motivos para confiar em você.

4 – Fuja das discussões acaloradas

As brigas são as maiores ciladas em um casamento. Em vez de se alterarem numa conversa, dêem um tempo até que a cabeça esfrie. Dê uma volta, tome um banho, retire-se um pouco. Quando os ânimos acalmarem, conversem civilizadamente.

5 – Demonstrem seu amor fisicamente

Tocar, acariciar, beijar, andar de mãos dadas, abraçar, são atitudes essenciais para manter viva a chama do amor. As relações sexuais sadias dentro do casamento são muito importantes, mas não devem ser o único foco. Os abusos, por sua vez, de forma alguma são aceitáveis. Eles destroem o amor romântico e acabam com a beleza natural da intimidade sexual.

6 – Seja honesto nas finanças

Não há felicidade conjugal que resista à falta de clareza quando o assunto é dinheiro.

7 – Surpreenda

Faça algo inesperado. Um bilhetinho no bolso da camisa, uma flor quando voltar para casa, um presentinho, um jantar romântico sem avisar, uma mensagem de amor no celular, um passeio, etc.

 

8 – Elogie

Dê elogios sinceros à pessoa que você ama. Fale do seu sorriso, do olhar, dos cabelos, do caráter, da voz, da forma como ela se comporta, da sua postura, do ótimo profissional que é, da ótima dona de casa e mãe, enfim, faça seu cônjuge saber o quanto você o admira.

 

9 – Dê apoio

Apoie seu cônjuge num projeto pessoal ou profissional, num momento de doença, de tristeza ou de fraqueza. Ajude-o a superar suas dificuldades. “O casamento é como uma longa viagem em um pequeno barco a remo: se um passageiro começar a balançar o barco, o outro terá que estabilizá-lo; caso contrário, os dois afundarão juntos.” David Reuben.

10 – Andem na mesma direção

A felicidade conjugal só é possível se ambos tiverem a visão sobre a vida, valores e interesses semelhantes; forma parecida de se comportar e objetivos comuns sejam temporais ou eternos.

11 – Façam do seu casamento um eterno namoro

No início do namoro é comum que as pessoas queiram surpreender, ser atraentes, fazer mil coisas para agradar, mostrar o melhor de si. Depois de algum tempo convivendo juntos, dá para ter uma ideia melhor de como a pessoa é, dos seus defeitos e de como ela se porta nas mais diversas situações.

Algumas pessoas pensam que, por já estarem casadas, podem cair no desleixo em relação às atitudes. Não cortejam mais, namoram pouco, não se arrumam nem ficam cheirosas. Sentem-se no direito de agirem com grosseria ou serem mal-humoradas grande parte do tempo.

Obviamente, aquele corpinho esbelto de solteiro acabará ficando para trás com o passar do tempo. Não tem como lutar contra o metabolismo e a lei da gravidade. No entanto, muito pode ser feito para se manter atraente física, intelectual, emocional e espiritualmente. “O bom casamento é um eterno noivado.” Theodor Körner.

12 – Dialogue constantemente

O diálogo é a chave da solução dos problemas.

13 – Seja altruísta

A preocupação com o bem-estar do outro é uma das mais importantes atitudes para a felicidade conjugal. Esqueça o “eu”. Deixe o egoísmo de lado e busque satisfazer as necessidades do outro acima das suas.

Qual curso Você gostaria de fazer para ajudar no seu Ministério?

Curso Bacharel em Teologia, Descubra o Kit 2000 Ilustrações, Esboços e Sermões, O Curso de Memorização da Bíblia!+ lmente Ebook Como Ler a Bíblia e Entendê-la Mais Fácil

Todos os  Cursos Evangélicos 

14 – Seja fiel em pensamento, palavras e ações

A fidelidade é um assunto muito sério. Vemos tantos casamentos desfeitos porque o homem ou a mulher olhou para o lado, viu alguém muito atraente, não conseguiu (porque não se esforçou o bastante) tirar a pessoa do pensamento e acabou fazendo besteira. “No adultério há pelo menos três pessoas que se enganam.” Carlos Drummond de Andrade. A qualquer sinal de alerta, fuja da tentação.

 

15 – Peça perdão e perdoe

Somos seres imperfeitos e algumas vezes metemos os pés pelas mãos. Sempre que isso acontecer não adie um pedido sincero de desculpas. Sempre que seu cônjuge lhe magoar, perdoe-o prontamente. Dar e receber perdão são essenciais para uma vida plena a dois.

Em suma, o segredo para um casamento feliz é fazer o bem, ser correto no agir, no falar e no pensar. É tratar o outro como gostaríamos de ser tratados. Sempre que você tiver dúvida sobre o impacto de uma palavra ou decisão sobre o seu casamento, coloque-se no lugar do seu cônjuge. Você saberá o que fazer.

Deus Abençoe seu Casamento

Fonte do Estudo:

www.esbocandoideias.com

Obreiro Adriano

Em 2014 fui Consagrado a Obreiro do Senhor na Assembleia de Deus Vida e Missões, e desde então continuo firme na obra do Senhor sempre apreendendo e me capacitando para melhora na Obra do Senhor. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade. 2 Timóteo 2:15 Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 1 Timóteo 4:14-16

Deixe uma resposta