Estudos Bíblicos

6 Planos de Leitura Bíblica Bem Legais

6 Planos de Leitura Bíblica Bem Legais

Sempre que começa um ano fazemos planos, projeções, traçamos sonhos. Isso é muito bom! Só não é bom quando esquecemos de traçar objetivos espirituais e de comunhão com Deus. Pensando nisso, resolvemos publicar alguns planos de leitura bíblica para ajudá-lo a estudar a Palavra de Deus e crescer espiritualmente.

Escolha o método que mais se adéqua a você e comece o ano lendo a Bíblia!

1 – Quadro de leitura bíblica. Aqui temos um quadro onde você pode marcar o que for lendo. Além disso, tem algumas dicas de como você deve ler a Bíblia. Ideal para você ir acompanhando o que vai lendo.
Quadro de leitura da Bíblia – Clique aqui para abrir

2 – Plano de leitura para novos convertidos em 3 fases. Esse plano de leitura é ideal para quem ainda tem pouco tempo de conversão ou ainda não tem muito conhecimento da Bíblia. Ele traz três sequências interessantes de leitura que te fará conhecer os principais pontos da Bíblia em pouco tempo. Vale a pena fazer esse plano de leitura!
Plano de leitura bíblica para novos convertidos – Clique aqui para abrir

3 – Plano de leitura bíblica em 1 ano. Nesse plano você tem descritos quais capítulos da Bíblia precisa ler por dia para terminar a leitura em um ano. É um plano bem interessante, já que exige apenas uns 15 a 20 minutos de leitura por dia.
Plano de leitura da Bíblia em um ano – Clique aqui para abrir

4 – Plano de leitura da Bíblia em 3 meses. Esse é uma dos plano mais arrojados de leitura da Bíblia. Vai exigir cerca de 1 hora de leitura por dia. Quem quiser topar o desafio, vá em frente.
Plano de leitura da Bíblia em 3 meses – Clique aqui para abrir

5 – Plano de leitura da Bíblia para crianças. As crianças também devem ser incentivadas a ler a Palavra de Deus. Por isso compartilhamos um plano super legal que visa incentivar as crianças a ter um momento super divertido de leitura da Bíblia.
Plano de leitura da Bíblia para crianças – Clique aqui para abrir

6- Plano de leitura bíblica em um 1 ano em Excel. Para quem gosta de acompanhar suas leitura com gráficos e informações adicionais, esse plano é super legal.
Plano de leitura bíblica em 1 ano em Excel – Clique aqui para abrir

Por André Sanchez  / Esboçando Ideias

 

5 Dicas de Postura do Pregador

5 Dicas de Postura para Pregadores que estão iniciando no seu Ministério ou que já estão ah bom tempo Ministrando a Palavra de Deus.
Qual a sua postura no altar do Senhor? Quando estamos pregando a palavra, almas estão em jogo, isso é muito sério. Por isso, você precisa tomar alguns cuidados em relação a sua postura.
São regras simples, fáceis de entender que irão lhe ajudar bastante a se tornar um Bom pregador.

1. Não Seja um ator:

Hoje muitos pregadores querem ser que nem atores se posso dizer assim pregam o que não estão vivendo, pelo menos a suas atitudes podem mostra isso durante sua pregação e o seu dia a dia.

Você deve pregar o que viver se não, passa por mentiroso e poderá perde sua credibilidade de Pregador e sua mensagem já era, seja natural transmita a Palavra e viva Ela cada dia.

Se cometer eventuais erros durante a apresentação, não se preocupe, continue agindo naturalmente, pois o público ainda assim irá aceitar bem suas palavras seja você  mesmo.

2. Tenha postura:

Seja natural durante as suas Pregações, mantenha uma boa postura diante da plateia. Evite colocar as mãos no bolso, se virar de costas ou ficar andando de um lado para o outro tome cuidado com gestos que faz.

Esse tipo de comportamento pode desviar a atenção das pessoas fazendo que perca o foco principal que a Palavra.

  1. Usar a linguagem corretamente:

    Naturalmente cometer alguns pequenos erros de gramática é comum, mas é importantíssimo evitar
    erros grosseiros.

    Evite usar palavras muito difíceis durante a pregação.

Palavras complicadas demais nem sempre soam bem e podem acabar abismando as pessoas.
Gírias também não são bem vindas.

Tome muito cuidado também com Gírias que muitas das vezes não são aceitas Púlpitos, Provavelmente será a ultimas vez que pregará onde foi convidado.

4. Gritaria, Repetição:

Muitos Pregadores acham quem as pessoas são surdas e ficam Gritando e repetindo varias vezes a mesma frases como estivesse sem conteúdo do que pregar devemos ter mais atenção.

As pessoas podem acabar ficando irritadas se você gritar demais em suas pregações, sempre o mesmo tom de voz, a Pregação Eficaz não e gritaria.

Repetir as mesmas palavras ou frases também pode ser ruim aos ouvidos do público pode parece que não tirou tempo para se prepara para aquele momento.

Prepare-se para OBRA:

– Teologia sem mensalidades (Clique aqui!)

-Conheça o Kit Curso Pregador Completo para Pregadores(Clique aqui!)

– Memorização Fácil da Bíblia (Clique aqui!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Clique aqui!)

  1. O traje:

    A regra básica aqui é não ser vaidoso, mas também não ser muito simples. O recomendado é ser você mesmo de acordo com suas condições. Vestir se uma maneira adequada para a ocasião do culto.

Dicas Bônus Testemunho Pessoal? Seja Pontual?

Testemunho pessoal, temos que ter cuidado porque poder ser positivo ou Negativo, mas se seu passado foi Negativo minha recomendação fale somente aquilo que vai Edificar a Igreja, Fale no que Jesus transformou sua vida evite fala detalhes somente o necessário para ate mesmo não diminui Você e sua Pregação.

Mas importante seja pontual confira o horário de inicio e termina do culto ate mesmo para quando inicia a pregação para Você controla o tempo da sua pregação para não passa do horário. 

Conheça os materiais de apoio extremamente voltado para Pregadores, aprenda técnicas para se tornar um pregador e um orador eficaz! Você aprenderá como Preparar suas Pregações, Aprenderá como coletar dados para montar seus esboços de sermões e como usá-los. Você receberá orientações sobre o preparo e a postura do pregador no púlpito, e sobre a melhor forma de apresentação do sermão.

 Adquirindo hoje mesmo, Veja os Bônus que você pode Ganhar…Clique aqui!

“A intimidade com o Senhor é o principal fator que determina a qualidade das mensagens de um servo de Deus”

 

 

4 Motivos Pelo Qual Escolhi Estudar Teologia Em Casa

4 Motivos Pelo Qual Escolhi Estudar Teologia Em Casa

Estava estudando um pouco de Teologia e resolvi parar um pouquinho para escrever esse post para os leitores do Blog “Despertar o seu Ministério” que vem acompanha os estudos Bíblicos ha um ano comigo sobre os 4 motivos pelos quais decidi estudar teologia em casa.

Espero que ajude você a ter uma nova perspectiva sobre o assunto e também a antecipar sua decisão de começar estudar teologia.

Pois os tempos são maus e precisamos estar revestidos de todo conhecimento da palavra de Deus!

E nada melhor que aprender com pessoas capacitadas, com experiência e com bons ensinamentos para transmitir, provados e aprovados pela palavra de Deus.

Então vamos aos motivos:

Motivo 1 – Falta de tempo:

Consegui resolver o problema da falta de tempo sem precisar arrumar mais tempo pois escolhi um curso 100% online.
Posso estudar no conforto da minha casa, indo ou voltando do trabalho ou em qualquer lugar com acesso internet e um simples fone de ouvido.

Motivo 2 – 3 formas de consumir o conteúdo do curso:

1 – Vídeo aulas, áudio e apostilas!
2 – Suporte para tirar dúvidas
3 – Apoio por parte da universidade da em tirar minhas dúvidas e dos alunos que estudam comigo.

Motivo 3 – Melhoria continua

O curso esta sempre em melhoria. Quando fiz minha matrícula ainda não havia vídeo aulas, depois de um tempo foram incluídos vídeos e áudios de todas as aulas e eu não precisei pagar mais nada por isso.

Tive acesso a todas atualizações de graça!

Motivo 4 – Sem mensalidade!

Realmente algo que me fez decidir pelo curso de teologia online é o fato de não precisar pagar mensalidade.

Já estou matriculado a 6 meses no curso e estou tendo acesso a tudo de mais novo no curso e não precisei pagar mais nada.

Como escolhi a escola?

Não foi fácil escolher uma escola de teologia online para estudar. Esta foi a minha maior dificuldade.

A maioria dos cursos de teologia online tem o mesmo valor e tem bons professores. Mas o que me fez optar esta escola é a metodologia de ensino e o alto índice de aprovação dos alunos que se formaram nela que é de praticamente 100%.

Depois de muita pesquisa finalmente encontrei a escola que mais me identifiquei e que mais me passou segurança para dar início aos meus estudos em teologia.

Uma escola que tem mais de 20.000 alunos formados ao logo de 10 anos e que cresce cada vez mais.

Em qual escola eu estudo?

O nome da escola de teologia em que eu estudo e  Universidade da Bíblia. Considerada uma das melhores escolas de teologia a distância do Brasil!

Neste ano a Universidade da Bíblia lançou o programa Teologia Para Todos e tenho certeza que este programa foi feito pensando em ajudar você se você deseja realizar este sonho de se preparar melhor para fazer a obra do Senhor.

Caso queira conhecer mais sobre a Universidade da Bíblia clique aqui.

Será um prazer estudar com você! Juntos vamos conversar e elevar ainda mais o nível de nosso aprendizado no grupo de alunos!

Política de reembolso: 100% de Satisfação ou seu dinheiro de volta!

Se você ainda está na dúvida de ingressar na Universidade da Bíblia para estudar teologia e perder o seu tão suado dinheiro é importante saber que eles são muito preocupados em lhe dar o melhor atendimento possível.

Por isso você terá 30 dias após a data da compra para decidir se realmente vai permanecer matriculado(a) no curso. Caso desista basta enviar um único e-mail e todo seu dinheiro será devolvido sem enrolação.

Aproveite para estudar teologia por uma preço acessível.

Pois certeza um curso no nível desses poderia custar mais de R$ 2.000,00, mas o que a Universidade da Bíblia está fazendo é realmente incrível. 

Algumas aulas que chamaram minha atenção na Universidade da Bíblia.

Algumas aulas me chamaram muita atenção da UB e gostaria de compartilhar com Você e cada vez mais que a gente se aprofunda no estudo da Bíblia.

A gente percebe o porquê a Palavra de Deus transforma vidas.

Enquanto muitos outros livros se perdem no decorrer dos anos, a Palavra de Deus se mantém viva através dos séculos, sendo transmitida de geração em geração.

Eu me alegro muito por poder aprender e evangelizar.
E uma palavra que está muito forte no meu coração é o Discipulado.
E foi exatamente essa aula que me motivou a escrever para você agora

Essa é uma aula de Teologia, sobre Discipulado, do Prof. Josias Batista.

E faz parte do Curso Bacharel em Teologia da UB.

Essa aula é realmente gostei de mais, e mais duas Cristologia,Eclesiologia, e Ética Cristão essas aulas me chamaram mais atenção.
Eu até coloquei uma foto aqui sobre a aula, porque eu quero te mostrar que o conteúdo realmente um conteúdo muito bom.

Além de trabalhar, eu estudo a Bíblia diariamente, faço meus devocionais, peço sabedoria para o Espírito Santo e ainda estudo um pouco Teologia em casa nos horários que sobram…

E mesmo com um dia tão cheio, posso dizer que é maravilhoso dedicar um pouco mais do meu tempo para aprender ainda mais.

E eu sei que nem todas as pessoas ficam motivadas para estudar a Bíblia depois de um dia muito cansativo…

É exatamente por isso que eu quero motivar você a estudar a Palavra de Deus também.

Eu recomendo de coração que você invista em um Curso de Teologia, pois ele vai te dar muita sabedoria.

Clique aqui para saber quanto tempo você ainda tem para aproveitar esses bônus.
Não permita que o cansaço desanime você…

Estude a Palavra de Deus com amor e dedicação.

Se estiver com dificuldades ou simplesmente reconhece que precisa estudar mais a Palavra, se torne um aluno de Teologia da Universidade da Bíblia.

Ore, estude e transmita a Palavra de Deus para todos ao seu redor.

Um abraço!

PS: Não se acomode nos estudos irmão. A Palavra de Deus é o alimento diário. Clique aqui para estudar acompanhado.

Agradeço a Deus por esta oportunidade de poder estudar teologia.

Algo que tanto sonhei e ser ensinado por obreiros que realmente se preocupam em ensinar a verdade!

  “A intimidade com o Senhor é o principal fator que determina a qualidade das mensagens de um servo de Deus”

Por que Moisés não entrou na terra prometida?

Por que Moisés não entrou na terra prometida?

Moisés foi proibido de entra como povo de Deus em Canaã, porque não obedecera cuidadosamente á ordem do Senhor. Vamos primeiro comparar o texto que relata a punição dada por Deus a Moisés.

Então Moisés levantou a sua mão, e feriu a rocha duas vezes com a sua vara, e saiu muita água; e bebeu a congregação e os seus animais.
Números 20:11

O povo estava mais uma vez murmurando, pois não havia água para beber (Números 20:2-5).

Deus dá a ordem a Arão e Moisés sobre o que deveria ser feito por eles: Toma a vara, e ajunta a congregação, tu e Arão, teu irmão, e falai à rocha, perante os seus olhos, e dará a sua água; assim lhes tirarás água da rocha, e darás a beber à congregação e aos seus animais.
Números 20:8

Moisés era u Líder espiritual do povo de Deus, por meio de quem Deus outorgara a lei.

A sua responsabilidade de obedecer a Palavra era elevada e influenciada .

Meus irmãos, muitos de vós não sejam mestres, sabendo que receberemos mais duro juízo. Tiago 3:1.

O pecado de Moisés foi duplo:

Conforme observamos, eles deveriam falar a uma determinada rocha para que dela saísse água.

  • Primeiro Quando Moisés vai com Arão executar a ordem de Deus, Moises não a cumprirem de um modo louvável, com a humildade e mansidão exigidas por Deus: “Moisés levantou a mão e feriu a rocha duas vezes com o seu bordão, e saíram muitas águas; e bebeu a congregação e os seus animais” (Números 20:11).
  • Segundo Ao invés de falar (Pedi) à rocha, Moisés bate na rocha duas vezes de forma agressiva, raivosa. A ordem de Deus para falar à rocha tinha como objetivo exaltar e glorificar o nome do Senhor e mostrar que Ele era o autor do milagre. Quando Moisés bate na rocha raivosamente chama a atenção para si e não glorifica o nome do Senhor diante do povo. Em seguida, Moisés e Arão são advertidos por Deus: E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não crestes em mim, para me santificardes diante dos filhos de Israel, por isso não introduzireis esta congregação na terra que lhes tenho dado. Números 20:12 Esse foi o motivo pelo qual Moisés não entrou na terra prometida.

Muitos acham injusta a decisão de Deus de não deixar entra Moisés e Arão na terra Prometida. Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? E, se o justo apenas se salva, onde aparecerá o ímpio e o pecador? 1 Pedro 4:17,18

Mas aqueles que conhecerem a palavra são tratados com muito mais severidade que aqueles não conhecem a Bíblia.

Exemplo: Um leigo não poder ser Julgado por algo que não conhece que não foi ensinado, agora um Douto que e estudando que teve quem ensinou vai deve se julgado conforme as leis.

A Bíblia diz que Deus falava como Moisés face a face (Êxodo 33:11). Isso era um privilégio para Moisés, mas também uma grande responsabilidade.

Através de Moisés aprendemos se temos uma posição como Obreiros, Diáconos, Presbítero e Pastores que conhecemos a verdade da Bíblia Sagrada a responsabilidade de Obedecer e seguir os mandamentos vamos ser cobrados porque conhecemos a Palavra Deus .

Se Moisés que e Moisés falhou num ponto que Deus exigiu e perdeu a chance de entra na terra Prometida, quanto mais nos?

Mas Moisés Herdou maior herança, quando morreu foi recebido nos braços do Deus todo Poderoso a quem ele serviu na sua vida todo.

Moisés poder Herda sua Herança no céu, mas e nos que somos desobediente muitas vezes, erramos em seguir a Palavra de DEUS, não perdoamos a nosso próximo será que no mínimo veremos a terra prometida ( os Portões do céus)?

Gostaria que Você que já conhece a Palavra meditasse neste Versículo e Reflita?

Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus? 1 Pedro 4:17; 1 Pedro 4:17,18 ; Tiago 3:1.

Deus te chama ao Arrependimento e esta proto a perdoa seus filhos.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.

João 3:16-18

 

Matérias para auxilia no seu Ministério.

– Teologia sem mensalidades (Clique aqui!)

-Guia do Pregador Iniciante (Clique aqui!)

-Kit Ilustrações, Esboços e Sermôes (Clique aqui!!)

– Memorização Fácil da Bíblia (Clique aqui!)

– Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Clique aqui!)

-Curso Teclado para Igrejas ( Clique aqui!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Clique aqui!)

 

Por que Paulo ordenou que as mulheres ficassem caladas na igreja?

Por que Paulo ordenou que as mulheres ficassem caladas na igreja?

 Muitos pegam textos bíblicos e interpreta de forma isolada, para atacar a Bíblia Sagrada, por não terem o entendimento correto.

Para entende o que foi transmitido da Bíblia o verdadeiro significado transmitir da palavra, um texto tem que ler todos para interpretá-lo tanto o capítulo anterior e posterior e ate mesmo o livro todo para te melhor compreensão.

Paulo disse que as mulheres devem ficar caladas na igreja porque estavam causando desordem.

Não é apropriado interromper o culto para fazer perguntas. Paulo não estava ordenando o silêncio total em todas as situações na igreja.

A passagem que diz que as mulheres devem ficar caladas na igreja é:

Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.

As vossas mulheres estejam caladas nas igrejas; porque não lhes é permitido falar; mas estejam sujeitas, como também ordena a lei.

E, se querem aprender alguma coisa, interroguem em casa a seus próprios maridos; porque é vergonhoso que as mulheres falem na igreja.

1 Coríntios 14:33-35

Tanto em português como no grego original, “falar” é um verbo muito geral, que pode ter vários significados, como:

  • Falar em público– que engloba ensinar, pregar, profetizar, orar
  • Conversar ou tagarelar– falar sobre assuntos corriqueiros, sem parar
  • Fazer perguntas – expressar suas dúvidas

Paulo claramente não proíbe as mulheres de falar em todos os contextos. Ele utiliza a palavra “falar” para indicar tanto o falar em público como o falar em privado (1 Coríntios 14:27-28). Um pouco antes, em 1 Coríntios 11:5, Paulo fala sobre como as mulheres devem orar e profetizar com decência na igreja! Por isso, o falar em público não é totalmente proibido.

Matérias para auxilia no seu Ministério.

– Teologia sem mensalidades (Clique aqui!)

-Guia do Pregador Iniciante (Clique aqui!)

-Kit Ilustrações, Esboços e Sermôes (Clique aqui!!)

– Memorização Fácil da Bíblia (Clique aqui!)

– Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Clique aqui!)

-Curso Teclado para Igrejas ( Clique aqui!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Clique aqui!)

O mais provável é que Paulo estava falando sobre conversas e perguntas que estavam atrapalhando o culto. O contexto da passagem enfatiza a importância da ordem e da paz na igreja. Não deve haver muitas pessoas falando e profetizando ao mesmo tempo, porque é caótico e não edifica a igreja alem do mais vai atrapalha o entendimento dos demais irmãos da Palavra.

As pessoas precisam ter domínio próprio e saber quando ficar calados (1 Coríntios 14:31-32).

Possivelmente se tratava de alguma intrusão não autorizada de algum grupo de mulheres nos cultos da igreja e que causava problemas no culto.

O versículo 35 diz que as mulheres devem tirar suas dúvidas com seu marido ou seja, em privado, não no meio do culto. A igreja é um lugar para aprender e essa é uma regra básica da sala de aula – saber tirar suas dúvidas sem atrapalhar os outros. Essa regra se aplica a todos que são novos na fé: devem anotar suas dúvidas e perguntar depois, para não atrapalhar o resto da igreja.

 “Se, porém, querem aprender alguma coisa, interroguem, em casa, a seu próprio marido; porque para a mulher é vergonhoso falar na igreja.” (1Co 14. 35).

Paulo não fala sobre as mulheres solteiras se observamos, já com esse entendimento da para se entende que se trata de um grupo especifico de mulheres que estavam causando bagunça na Igreja, não e uma ordem de Paulo proibindo o silencio das Mulheres em todos os tempo e época de falar na Igreja ou qualquer Igreja.

Paulo em 1 Coríntios 11:5 que “Toda mulher, porém, que ora ou profetiza com a cabeça sem véu desonra a sua própria cabeça, porque é como se a tivesse rapada.”. 

Observe que nesse texto não existe a proibição da mulher falar. Inclusive relata mulheres que oravam e profetizavam em público.

Parece que a oração e Pregação da palavra eram feitas nos cultos da Igreja, a mulheres participavam de alguma forma, essa idéia de Paulo entendemos que realmente era algumas mulheres que estavam causando Problema no culto ou Reunião da Igreja de Corinto.
Então as mulheres não devem ficar ofendidas, desanimadas, com texto. As mulheres podem se muitas usadas por DEUS em diversos departamentos da Igreja, inclusive podem falar na igreja, sem problema algum, claro que temos que ter sabedoria  com base na Escrituras Sagradas com ordem e decência.
O princípio que Paulo trata da ordem e decência, da edificação mútua e da fidelidade às Escrituras é Regra para todos os cristãos em todos os tempos. Temos que ter zelo pelas Escrituras Sagradas, quem causam confusão e não edificação no culto deve ficar calados.

 

Fazei prova de mim em Malaquias 3:10. O que significa?

Fazei prova de mim em Malaquias 3:10. O que significa?

Você Pergunta: Lá em Malaquias 3:10 Deus fala a respeito do homem roubar a Deus nos dízimos e ofertas. Achei interessante aquela parte que Deus diz fazei prova de mim. Mas não entendi bem isso na prática. Como nós seres humanos podemos provar a Deus? Temos esse poder? O que significa essa parte do versículo na prática?

Caro leitor, para que tenhamos um melhor entendimento, vejamos o texto que você citou em sua pergunta: “Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto (fazei prova de mim), diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida” (Malaquias 3:10 – acréscimo meu entre parênteses). Vamos analisar biblicamente o que Deus está querendo dizer aqui.

O que significa fazei prova de mim?

(1) Sabemos que o “puxão de orelha” dado por Deus ao povo israelita, que não estava cumprindo as ordens da Lei de serem fieis nos dízimos (décima parte dos ganhos) e nas ofertas (porções dos sacrifícios animais que eram levadas aos sacerdotes), tinha por objetivo trazer o povo novamente à fidelidade à aliança, pois a aliança que constava na Lei de Deus trazia promessas de bênçãos que eram decorrentes da obediência (Deuteronômio 28.1-14) e também maldições decorrentes da desobediência deles (Deuteronômio 28.15-68). Deus queria que o povo fosse abençoado através da obediência e da sua fidelidade.

Isto é claramente visto quando Deus, em Malaquias 3:9, esclarece que a desobediência do povo estava trazendo maldições sobre eles: “Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vós, a nação toda” (Malaquias 3:9).

(2) Fazei prova de mim no texto que lemos em Malaquias 3:10 mostra Deus fazendo uma inversão do que é o mais comum na Bíblia, ou seja, que é os homens serem provados por Ele: “O SENHOR põe à prova ao justo e ao ímpio; mas, ao que ama a violência, a sua alma o abomina” (Salmos 11:5).

Fazei prova de mim, o homem testando Deus?

(3) Em Malaquias, quando Deus diz “fazei prova de mim”, está convidando o homem obediente a prová-Lo, a constatar, a testar a fidelidade Dele em todas as Suas promessas e ordens que Ele dá em Sua Lei e através dos profetas, como é o caso aqui em Malaquias. Deus faz isso algumas poucas vezes na Bíblia (Juízes 6:36-40, 1 Reis 18.22-46, Isaías 7.11-12). E quando faz isso Deus deseja causar uma profunda reflexão naquelas pessoas, mostrando a elas que Ele é o Todo Poderoso e que nenhuma das promessas feitas por Ele falhará!

(4) A promessa de Deus em Malaquias 3:10 era “se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós bênção sem medida”. Fazei prova de mim é Deus convidando o Seu povo desobediente a obedecer e comprovar se a obediência não era realmente o melhor caminho a seguir; a verificar a veracidade das palavras de Dele, que segunda a Bíblia, não voltam vazias, mas cumprem todos os propósitos determinados por Ele: “assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei” (Isaías 55:11).

(5) Fazei prova de mim é Deus nos dizendo claramente que podemos ter fé Nele e na Sua provisão, pois nenhuma das promessas que Ele fez irão falhar. Podemos ter a certeza absoluta que Deus não nos abandonará, que Ele estará nos sustentando, nos guardando, nos fortalecendo, pois somos Seus filhos amados e obedientes.

-Esboço do Blog André Sanchez:  https://www.esbocandoideias.com/2016/12/fazei-prova-de-mim-malaquias.html

7 dicas para vencer as mais difíceis tentações da carne

7 dicas para vencer as mais difíceis tentações da carne

Quem aqui – mesmo sendo crente verdadeiro – não tem pelo menos uma fraqueza “daquelas” que chega até a tirar o seu sono em alguns momentos da vida? Creio que todos somos “contemplados” com uma – ou algumas – fraquezas. Mesmo que busquemos a Deus, as fraquezas estão sempre diante de nós. A Bíblia chama isso de guerra do espírito contra a carne (Gálatas 5.17). O próprio apóstolo Paulo passou por isso quando disse: “Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço.” (Romanos 7.19)

Mas será que existe alguma dica, algo que facilite nossa luta e vitória contra as tentações da carne e, consequentemente, nos ajude a vencer e agradar a Deus? É o que buscarei apresentar a você através de algumas dicas:

DICA 1: ADMITA VERDADEIRAMENTE SUA FRAQUEZA

Jesus declarou aos apóstolos: “A carne é fraca” (Mateus 26.41). Alguns não conseguem vencer as fraquezas da carne porque fingem que elas não existem, que elas não são fortes o suficientes para derrubá-los, até que caem derrubado por elas. Por um tempo passam a ficar mais “espertos”, mas logo ignoram novamente sua fraqueza e caem novamente. Jesus nos chamou a olharmos para a nossa realidade. Olhe para você mesmo e admita que a sua carne é fraca e que as tentações tem poder sim.

DICA 2: NÃO FAÇA DA FRAQUEZA DA SUA CARNE UM DESCULPA PARA PECAR

Alguns dizem que se a carne é fraca então não há como vencê-la. Essa é a forma negativa e incorreta de interpretar a orientação de Jesus. Jesus mandou constatarmos conscientemente a fraqueza da nossa carne a fim de sermos mais cuidados diante dela. Note que no texto de Mateus 26.41 Jesus não apenas diz que a carne é fraca, mas nos dá elementos que tornam a nossa vitória contra ela possível.

DICA 3: A VITÓRIA CONTRA AS TENTAÇÕES É UMA PARCERIA ENTRE DEUS E VOCÊ

Aqueles que acham que poderão vencer as tentações por milagre erram tanto quanto aqueles que acham que as vencerão apenas pelas suas próprias forças. Jesus disse: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação” (Mateus 26.41). Observe que “vigiai” pressupõe uma atitude nossa, a nossa parte. “Orai” pressupõe algo que confiamos ao poder de Deus, a parte de Deus. Isso é uma parceria que, se levada a sério, funciona perfeitamente contra as tentações. Foi a parceria vista na vida de Jesus Cristo.

DICA 4: FAÇA SUA PARTE

Não adianta nada orar e confiar que Deus nos ajudará se nós também não fizermos a nossa parte nessa parceria. Recebo, por exemplo, muitos emails de pessoas que estão cedendo à tentação da pornografia e não conseguem vencer. A maioria desses emails busca uma solução que seja mágica. Porém, sempre respondo questionando se a pessoa está mudando hábitos, se está fechamento brechas, se está fazendo algo que efetivamente mude o estilo de vida que leva a essa tentação. Somos seres racionais, precisamos avaliar cuidadosamente as possibilidades e porquês. Por que pecamos? Por que caímos sempre no mesmo pecado? Por que estamos tão fracos? Gostamos desse pecado? A ideia que Jesus ensina com o “vigiai” é de um guarda vigilante, totalmente atento ao que está acontecendo. Isso é vigiar.

Prepare-se para OBRA:

– Teologia sem mensalidades (Clique aqui!)

-Guia do Pregador Iniciante (Clique aqui!)

-Kit Ilustrações, Esboços e Sermôes (Clique aqui!!)

-Curso Teclado para Igrejas ( Clique aqui!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Clique aqui!)

DICA 5: SERÁ QUE DEUS FARÁ A PARTE DELE?

Pode até parecer que essa pergunta é absurda, mas muitas pessoas desconfiam se Deus realmente está agindo a favor delas. Aqui precisamos exercer a fé e as práticas espirituais. Jesus mandou orarmos. Isso pressupõe fé e relacionamento com o Deus que age nos ajudando. A palavra nos revela com detalhes a ação de Deus frente a tentações: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.” (1 Coríntios 10.13). Observe que Deus limita a força e o poder das tentações adequando-os ao que podemos suportar e vencer e, além disso, nos ajuda.

DICA 6:  DÊ O PRIMEIRO PASSO

Muitas pessoas estão muito machucadas por causa das guerras que vêm travando com suas tentações há muitos anos. Algumas chegam até a desistir. Porém, Deus nos chama a sermos santos. E isso significa que devemos levantar a cabeça e nos levantar contra qualquer coisa que fira nossa santidade. Dê o primeiro passo. Vença sua fraqueza hoje, depois a vença amanhã e depois de amanhã também, e assim por diante. Um dia de cada vez, uma batalha de cada vez. Dê o primeiro passo, comece a vigiar e a orar mais. Tome atitudes concretas diante da tentação que te aflige como se você fosse um soldado diante de um inimigo que quer te machucar e tirar sua vida.

DICA 7:  NÃO DESISTA SE PERDER UMA BATALHA

 A maioria das pessoas têm recaídas diante de suas fraquezas. Talvez por descuido ou por outro motivo. Se acontecer de você cair diante de uma batalha, não hesite em comparecer perante Deus e buscar o perdão Dele (1 João 1.9). Deus está vendo seu empenho, Ele sabe como tem se esforçado nessa guerra. Peça perdão, levante a cabeça e entre novamente na guerra, mas agora mais revigorado e mais experiente para não mais cair nas mesmas artimanhas do inimigo.

Fonte: Site Esboçando Ideias por Presbítero Andre

O que e o Nazireu?

O que e o Nazireu?

Nazireu ( do hebraico nazir נזיר da raiz nazar נזר “consagrado”, “separado”), dentro da Torá é o termo que designa uma pessoa que consagra-se a Deus por um tempo determinado. A marca mais comum da separação desta pessoa – que podia ser um homem ou uma mulher – era o uso do cabelo não cortado e a abstinência do consumo de vinho. O nazireu poderia também ser um escravo.

O voto de nazireado (ou nazireato), foi institucionalizado e regulamentado na Torá no Livro de Números 6:1-21.     

E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando um homem ou mulher se tiver separado, fazendo voto de nazireu, para se separar ao Senhor,
De vinho e de bebida forte se apartará; vinagre de vinho, nem vinagre de bebida forte não beberá; nem beberá alguma beberagem de uvas; nem uvas frescas nem secas comerá.
Todos os dias do seu nazireado não comerá de coisa alguma, que se faz da vinha, desde os caroços até às cascas.
Todos os dias do voto do seu nazireado sobre a sua cabeça não passará navalha; até que se cumpram os dias, que se separou ao Senhor, santo será, deixando crescer livremente o cabelo da sua cabeça.
Todos os dias que se separar para o Senhor não se aproximará do corpo de um morto.
Por seu pai, ou por sua mãe, por seu irmão, ou por sua irmã, por eles se não contaminará quando forem mortos; porquanto o nazireado do seu Deus está sobre a sua cabeça.
Todos os dias do seu nazireado santo será ao Senhor.
E se alguém vier a morrer junto a ele por acaso, subitamente, que contamine a cabeça do seu nazireado, então no dia da sua purificação rapará a sua cabeça, ao sétimo dia a rapará.
E ao oitavo dia trará duas rolas, ou dois pombinhos, ao sacerdote, à porta da tenda da congregação;
E o sacerdote oferecerá, um para expiação do pecado, e o outro para holocausto; e fará expiação por ele, do que pecou relativamente ao morto; assim naquele mesmo dia santificará a sua cabeça.
Então separará os dias do seu nazireado ao Senhor, e para expiação da transgressão trará um cordeiro de um ano; e os dias antecedentes serão perdidos, porquanto o seu nazireado foi contaminado.
E esta é a lei do nazireu: no dia em que se cumprirem os dias do seu nazireado, trá-lo-ão à porta da tenda da congregação;
E ele oferecerá a sua oferta ao Senhor, um cordeiro sem defeito de um ano em holocausto, e uma cordeira sem defeito de um ano para expiação do pecado, e um carneiro sem defeito por oferta pacífica;
E um cesto de pães ázimos, bolos de flor de farinha com azeite, amassados, e coscorões ázimos untados com azeite, como também a sua oferta de alimentos, e as suas libações.
E o sacerdote os trará perante o Senhor, e sacrificará a sua expiação do pecado, e o seu holocausto;
Também sacrificará o carneiro em sacrifício pacífico ao Senhor, com o cesto dos pães ázimos; e o sacerdote oferecerá a sua oferta de alimentos, e a sua libação.
Então o nazireu à porta da tenda da congregação rapará a cabeça do seu nazireado, e tomará o cabelo da cabeça do seu nazireado, e o porá sobre o fogo que está debaixo do sacrifício pacífico.
Depois o sacerdote tomará a espádua cozida do carneiro, e um pão ázimo do cesto, e um coscorão ázimo, e os porá nas mãos do nazireu, depois de haver rapado a cabeça do seu nazireado.
E o sacerdote os oferecerá em oferta de movimento perante o Senhor: Isto é santo para o sacerdote, juntamente com o peito da oferta de movimento, e com a espádua da oferta alçada; e depois o nazireu poderá beber vinho.
Esta é a lei do nazireu, que fizer voto da sua oferta ao Senhor pelo seu nazireado, além do que suas posses lhe permitirem; segundo o seu voto, que fizer, assim fará conforme à lei do seu nazireado.
Números 6:1-21 

Prepare-se para OBRA:

– Teologia sem mensalidades (Clique aqui!)

-Guia do Pregador Iniciante (Clique aqui!)

-Kit Ilustrações, Esboços e Sermôes (Clique aqui!!)

– Memorização Fácil da Bíblia (Clique aqui!)

– Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Clique aqui!)

-Curso Teclado para Igrejas ( Clique aqui!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Clique aqui!)

Em virtude desta consagração, o nazireu devia abster-se de tomar certos alimentos e bebidas fermentadas, de cortar o cabelo e tocar em cadáveres. Estas exigências particulares parecem traduzir os seguintes princípios: manter-se mentalmente são (“abster-se de vinho e de bebida fermentada”) e em sujeição a Deus (simbolizado pelo não cortar o cabelo) e manter-se cerimonialmente puro (não tocar em cadáveres).

Havendo contacto com cadáveres, os dias de voto tomados seriam considerados inválidos e o voto teria que ser retomado. Porém, antes de retomar o voto, o nazireu passava por uma semana completa de purificação, no termo da qual rapava o cabelo (Números 6:9).

E se alguém vier a morrer junto a ele por acaso, subitamente, que contamine a cabeça do seu nazireado, então no dia da sua purificação rapará a sua cabeça, ao sétimo dia a rapará.

Sansão (Juízes 13:4-7, 16, 17) e Samuel (I Samuel 1:11) eram nazireus desde o nascimento. Em virtude desta consagração, tanto a mãe, durante a gravidez, como o futuro nazireu deviam abster-se de certos alimentos e bebidas fermentadas, de cortar o cabelo e tocar em cadáveres.

Agora, pois, guarda-te de beber vinho, ou bebida forte, ou comer coisa imunda.
Porque eis que tu conceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre; e ele começará a livrar a Israel da mão dos filisteus.
Então a mulher entrou, e falou a seu marido, dizendo: Um homem de Deus veio a mim, cuja aparência era semelhante a de um anjo de Deus, terribilíssima; e não lhe perguntei donde era, nem ele me disse o seu nome.
Porém disse-me: Eis que tu conceberás e terás um filho; agora pois, não bebas vinho, nem bebida forte, e não comas coisa imunda; porque o menino será nazireu de Deus, desde o ventre até ao dia da sua morte.
Juízes 13:4-7

Após a conclusão do seu voto, o nazireu realizava o ritual de purificação e fazia três oferendas no Santuário. Um voto dito “à semelhança de Sansão” era um voto para toda a vida.

Nazireus no cristianismo 

João Baptista teria sido também um nazireu, embora o Novo Testamento nunca se refira a ele usando diretamente este termo. O seu estatuto de nazireu deduz-se devido ao seu estilo de vida ascético; em Lucas 1:15 o anjo informa a Zacarias, pai de João, que a sua mulher dará à luz um filho que “não beberá vinho nem bebida alcoólica”.

O apóstolo Paulo, junto com outros cristãos, fizeram também um voto temporário de nazireato. (Atos 18:18; 21:23-26).

 E Paulo, ficando ainda ali muitos dias, despediu-se dos irmãos, e dali navegou para a Síria, e com ele Priscila e Áqüila, tendo rapado a cabeça em Cencréia, porque tinha voto.
Faze, pois, isto que te dizemos: Temos quatro homens que fizeram voto.
Toma estes contigo, e santifica-te com eles, e faze por eles os gastos para que rapem a cabeça, e todos ficarão sabendo que nada há daquilo de que foram informados acerca de ti, mas que também tu mesmo andas guardando a lei.
Todavia, quanto aos que creem dos gentios, já nós havemos escrito, e achado por bem, que nada disto observem; mas que só se guardem do que se sacrifica aos ídolos, e do sangue, e do sufocado e da fornicação.
Então Paulo, tomando consigo aqueles homens, entrou no dia seguinte no templo, já santificado com eles, anunciando serem já cumpridos os dias da purificação; e ficou ali até se oferecer por cada um deles a oferta.
Atos 21:23-26

Os nazireus de hoje tem atitudes externas que mostram que são diferentes, santos.

São diferentes no modo de falar, de vestir, de agir, de se relacionar com outras pessoas. São verdadeiros adoradores que adoram a Deus com todo o seu ser: espírito, alma e corpo. Eles exteriorizam o que sentem quando adora ao Senhor no levantar das mãos, nos saltos de alegria, nos brados, nos dons espirituais, etc… Mas que não ficam apenas limitados ao culto dentro da igreja, mas a sua santidade se evidencia no dia-a-dia.

Os nazireus são diferentes porque continuam honrando ao Senhor em todas as suas atitudes diárias (no trabalho, na escola, em casa, na rua, em qualquer lugar).

Conclusão
Os nazireus eram exemplos para o povo de Israel. Eles conviviam com o povo de Deus diariamente, mas eram diferentes. O Senhor está despertando a nossa geração para ser um exemplo não apenas de boca para fora, mas principalmente nas atitudes no falar.

Somos convocados para ser exemplo para a própria igreja: em santidade e adoração.

Como Vencer a Pornografia

A SUA VITÓRIA DEFINITIVA CONTRA A PORNOGRAFIA!

Assista o vídeo abaixo até o final e aprenda como vencer DEFINITIVAMENTE a pornografia aplicando os 15 passos do método criado pelo pastor e sexólogo cristão Alemar Quintino

 

Para quem é indicado o Método 15P – Vença a Pornografia em 15 passos?

Imagem ilustrativa: Material em formato Ebook em PDF. Não é livro de papel

Sobre O Autor do Método 15P – Vença a pornografia

Meu nome é Alemar Quintino, pastor, psicólogo e sexólogo. Sou casado com Hévila Gomes e pai de Neemias e Helen Hévila.

Possuo Pós-Graduação em Sexualidade Humana e Terapia Cognitiva Comportamental. Em meu consultório trabalho com terapia familiar, de casal e sexologia.

Tenho ministrado cursos, palestras, seminários e workshops para vários grupos de pessoas tratando do tema da sexualidade com ênfase especial no problema da pornografia. Fui levado a trabalhar essa temática devido ao fato de nos últimos anos tenho tido uma procura muito grande por casais, jovens, adolescentes e pais de crianças para o tratamento do vício em pornografia. São pessoas de todos os lugares do Brasil e vários de outros países com a idade que vai dos 9 aos 60 anos. Já atendi crianças com 9 anos de idade que apresentava uma forte dependência em pornografia.

 

 

ATENÇÃO: GARANTIA DE PRIVACIDADE

Eu entendo o quanto são íntimas suas informações e seus hábitos, por esse motivo nós garantimos a Privacidade TOTAL de Suas informações e o Sigilo Sobre o Método caso você venha a fazer. NINGUÉM IRÁ SABER DISSO a menos que você queira. Em sua fatura de cartão de crédito (ou em seu boleto bancário) virá escrito: TEOLOGIA 15P. Não terá nenhuma menção sobre “pornografia”. Você não precisará dar explicações a ninguém! (Veja abaixo como participar)

Imagem ilustrativa: Material em formato Ebook em PDF. Não é livro de papel

VAMOS VENCER JUNTOS A PORNOGRAFIA? Clique aqui!

Dados Recentes:

Um estudo revela que as crianças entre 11 a 17 anos de idade são as que mais consome PORNOGRAFIA.
As comparações estatísticas foram feitas com base nos últimos cinco anos.

Outro estudo feito recentemente, voltado para o público cristão, o material traz dados alarmantes. Cerca de 68% dos homens que frequentam igrejas acessam alguma forma de pornografia regularmente.

O estudo revela que entre os jovens de 18 a 24 anos de idade, 76% dos cristãos procuram ativamente por pornografia, sobretudo na internet. Além disso, 49% afirmam saber que todos, ou a maioria de seus amigos, fazem o mesmo.

Um dado que chamou atenção é o fato de que 33% das mulheres entre 13 e 24 anos acessam conteúdo pornográfico regularmente.

SIM! Quero participar e vencer a Pornografia agora mesmo Totalmente Sigiloso (Clique Aqui!)

O que é o ouro de Ofir que a Bíblia cita?

O que é o ouro de Ofir que a Bíblia cita?

Você Pergunta: Estava ouvindo uma música gospel que fala a respeito da nossa raridade diante de Deus, que somos mais preciosos que o ouro de Ofir. Gostaria de saber mais a respeito desse ouro de Ofir que é citado na Bíblia. Onde era Ofir e por que o ouro dela era considerado o mais puro?

Caro leitor, vamos juntos fazer uma análise bíblica sobre esse tema para que você compreenda aquilo que você está cantando nessa música.

O que é o ouro de Ofir na Bíblia?

(1) Em primeiro lugar Ofir era uma cidade muito antiga, de localização incerta, mas que é situada por muitos estudiosos em algum lugar ao sudoeste árabe. Provavelmente essa cidade ganhou este nome devido a Ofir, filho de Jocsã, mencionado em Gênesis 10:20. Era muito comum na antiguidade que as pessoas importantes dessem seus próprios nomes ou nomes de parentes a cidades: “E coabitou Caim com sua mulher; ela concebeu e deu à luz a Enoque. Caim edificou uma cidade e lhe chamou Enoque, o nome de seu filho” (Gênesis 4:17).
(2) Nos relatos bíblicos, temos o rei Salomão construindo uma frota de barcos para ir até Ofir, a fim de trazer de lá diversos produtos, dentre os quais o mais precioso era o ouro de Ofir: “Chegaram a Ofir e tomaram de lá quatrocentos e vinte talentos de ouro, que trouxeram ao rei Salomão” (1 Reis 9:28). Em números atuais essa expedição trouxe a Salomão em torno de 14.700 quilos do ouro de Ofir.

 

(3) O ouro de Ofir era tão bem visto e famoso no mundo da época que temos até mesmo algumas menções poéticas a respeito dele na Bíblia. Por exemplo, Jó, falando sobre a sabedoria, a comparou ao ouro dessa cidade: “O seu valor não se pode avaliar pelo ouro de Ofir, nem pelo precioso ônix, nem pela safira” (Jó 28:16).

(4) Observamos também que o Ouro puro de Ofir era usado pela realeza nos palácios. Nos Salmos 45, temos a descrição do salmista a respeito das glórias do rei. Ele descreve a gloriosa rainha à sua direita enfeitada com o precioso ouro da cidade de Ofir, símbolo de pureza e grandeza: “Filhas de reis se encontram entre as tuas damas de honra; à tua direita está a rainha adornada de ouro finíssimo de Ofir” (Salmos 45:9).

Prepare-se para OBRA:

– Teologia sem mensalidades (Comece aqui!!!)

-Kit Curso Pregador Completo! (Comece aqui!!!)

– Memorização Fácil da Bíblia (Comece aqui!!!)

– Formação de Professores Para o Ministério Infantil (Comece aqui!!!)

-Curso Teclado para Igrejas ( Comece aqui!!!)

– Outros Materiais  Cristão para sua Preparação. (Comece aqui!!!)

(5) Temos ainda uma menção interessante a respeito desse ouro no livro de Isaías, quando Deus está dando uma profecia bastante dura contra a Babilônia (Isaías 13:1): “Castigarei o mundo por causa da sua maldade e os perversos, por causa da sua iniquidade; farei cessar a arrogância dos atrevidos e abaterei a soberba dos violentos” (Isaías 13:11). Nesse contexto, Deus usa a figura do ouro puro de Ofir para comparar a escassez desse ouro raro com a escassez dos homens que sobreviveriam ao Seu juízo na Babilônia: “Farei que os homens sejam mais escassos do que o ouro puro, mais raros do que o ouro de Ofir” (Isaías 13:12).

(6) Por fim, não temos nenhum verso na Bíblia que diga que os seres humanos são mais precisos que o ouro puro de Ofir. A profecia de Isaías (acima) diz que os homens que escapariam do juízo de Deus seriam raros no sentido de serem poucos os que sobrariam e não em um sentido de que eram especiais. Evidentemente, a vida das pessoas é preciosa para Deus, pois foram criadas à Sua imagem e semelhança. Mas não temos na Bíblia essa comparação de pessoas sendo especiais como o ouro de Ofir.

Fonte : Site ESBOÇANDO IDEIA